Participar no DACN

Como participar no DACN

QUEM ORGANIZA

Pode aderir ao Dia de Ação Comum pela Natureza qualquer associação, grupo informal, ou entidade que se identifique amplamente com o espírito da Carta de Famalicão (não é pois necessário tê-la subscrito ou identificar-se a 100 por cento com o texto da Carta!).

QUANDO

Num dia a decidir por cada entidade participante, de preferência entre 7 e 14 de outubro de 2019 ou o mais próximo possível dessas datas (antes ou depois, neste primeiro ano com alguma tolerância devido ao lançamento tardio da ideia).

As datas foram escolhidas na primeira quinzena de outubro porque o Dia de Ação Comum pela Natureza pretende prolongar o espírito de convergência expresso na Carta de Famalicão e no Encontro em que esta foi aprovada, o qual se realizou no dia 7 de outubro de 2017.

COMO ADERIR

As atividades serão organizadas conforme cada entidade entender, em regime de autogestão e com os seus próprios meios.

É no entanto imprescindível, para ser de facto comum, que identifique a atividade escolhida da seguinte forma em todo o material de divulgação (o tamanho da letragem que se segue é apenas indicativo da PROPORÇÃO e relevo dado a cada frase):

DIA DE AÇÃO COMUM PELA NATUREZA

Convergência Ecológica e Ambiental

www.carta-de-famalicao/webnode.pt/dia-de-acao-comum

Cada entidade aderente deve informar a comissão organizadora de qual a atividade escolhida, enviando o material de divulgação (Data, local, organizador, texto informativo, cartaz, ...) logo que possível para o email: cartafamalicao@gmail.com . Esta informação será divulgada na página da Carta de Famalicão.

Uma vez realizada, deve enviar algumas linhas (e eventualmente imagens) sobre o decurso da ação, para tornar possível colocar no referido site (https://carta-de-famalicao.webnode.pt/dia-de-acao-comum/ )

QUE ATIVIDADE ORGANIZAR

A escolha da atividade é livre, para cada entidade aderente. Pode ser:

- uma atividade já previamente programada, e até já tornada pública, sendo que, para se integrar na ideia comum, teria que ter no seu material de divulgação as três linhas acima referidas;

- uma atividade programada só agora, no período de calendário já apontado, com as mesmas três linhas.

Será em todo o caso uma atividade de defesa, conservação, celebração, educação para a Natureza, direta ou indiretamente, mas sempre de modo a que seja evidente o nexo a estabelecer pelo público.